A Phala

Editorial

phala

 

A voz pública tem a teimosia como um defeito; crismada perseverança torna-se uma virtude.

Por teimosia (ou perseverança) A Phala regressa.

Concebida em 1986 por Manuel Hermínio Monteiro, prosseguiu, nesse formato inicial, até 2003. De periodicidade irregularmente trimestal foi assegurando o interesse dos leitores. Instrumento, sem dúvida, da construção da editora que a Assírio & Alvim era e da sua evolução, foi bastante mais que isso. Procurou (e é grato pensar que conseguiu) ser observador atento e agente de divulgação do que a cultura portuguesa ia produzindo – em particular da poesia escrita em português ou em português vertida. A que na altura era escrita e publicada e  aquela que tinha de ser recuperada e promovida.

A certa altura, este projecto, na forma que adquiriu, pareceu esgotar-se. À procura de um modelo mais ambicioso, menos rotineiro, A Phala sofreu uma transformação, na forma e no conteúdo. O primeiro número foi publicado, com o privilégio de, até agora, se ter revelado único.

Mudam-se os tempos… (que não as vontades) e teimosamente A Phala regressa, adaptada  às novas formas de comunicação. Os objectivos são os mesmos. Deseja-se que a qualidade seja a mesma e mereça, de novo, a atenção de antigos leitores e a nova atenção de outros.

José Alberto Oliveira

  1. tenho bastante curiosidade neste projecto. quando foi publicado o mencionado primeiro número? é possível obtê-lo através da Assírio?

  2. Hoje reli por acaso o único exemplar que tenho d'”A Phala”, (Nº 244, Maio/ Junho 1997) com o título de capa: “Os árabes entre nós”, a propósito de uma iniciativa com o mesmo nome (conferências, concertos, etc.) da Culturgest nessa altura.

    Por curiosidade procurei ‘”A Phala” na internet e assim a encontrei novamente.
    Saúdo o regresso, a persistência e a continuação.

    Gostaria que disponibilizassem todos os nºs já publicados (no blog apenas estão disponíveis do nº 1 ao nº 60), o que agradeço desde já.

    Obrigado por continuarem a publicação. Felicidades!
    João Paulo Lopes

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: