A Phala

Archive for the ‘Diversos’ Category

O Mistério do Mundo dos Sonhos, por Manuela Nogueira

In Diversos on 7 de junho de 2010 at 14:55

Continue lendo »

Anúncios

Mensagem | Dia Mundial da Poesia

In Diversos on 9 de abril de 2010 at 09:41

António Osório«A poesia é ainda possível»? Montale, no discurso em que recebeu o Prémio Nobel de 1975, interroga-se sobre o papel que pode ter «a mais discreta das artes», num tempo em que «o homem civilizado chegou ao ponto de ter horror de si próprio».

Montale deixou-nos uma palavra de esperança – para a poesia «que surge quase por milagre e parece condensar toda uma época», «para essa poesia não há morte possível…». Continue lendo »

Edward Lear em Corfu

In Diversos on 23 de fevereiro de 2010 at 10:49

«Ho veduto a caso questa tela

tra le invetriate di una bottega.»

Ugo Foscolo, Frammenti Continue lendo »

O Notícias Ilustrado

In Diversos on 8 de janeiro de 2010 at 16:09

Neste número: — Os «Futuristas» portugueses: as obras-primas dos modernistas e um resumo histórico de todo o movimento de arte moderna em Portugal.

(clique na imagem para consultar O Notícias Ilustrado)

A Phala Encadernada — Volume 4

In Diversos on 24 de julho de 2009 at 18:03

Pouco depois do lançamento de A Phala online, temos agora o prazer de anunciar o lançamento do quarto e último número de A Phala Encadernada, numa tiragem de apenas 60 exemplares. Este volume reúne os números 61 a 100 e todos os respectivos suplementos. Com estas 600 páginas encerra-se assim a encadernação de todos os exemplares publicados de A Phala. Custa 140 € e pode ser adquirida na Livraria da Assírio & Alvim (Rua Passos Manuel, 67-B, 1150-258 Lisboa). Continue lendo »

Requiem pelos corpos penados mais em destaque no cemitério ulissiponense

In Diversos on 13 de julho de 2009 at 10:17

Requiem Ulissiponense-1 Continue lendo »

O Artista Precisa de um Cachecol

In Diversos on 8 de julho de 2009 at 11:16

«Aproxima-se o General Inverno que até ajudou a vencer Napoleão, como se aprende na escola.

O ARTISTA PRECISA DE UM CACHECOL.

O cachecol do Artista, eufemismo simbólico que passamos a explicar, são vários, pode mesmo afirmar-se para cada Artista seu cachecol. Igual coisa acontece com o comum das pessoas porque, logrados pelo dito do dá Deus o frio conforme a roupa, já muita gentinha tem morrido de frio, pobrezinhos! Assim, o mais seguro ainda é usar um bom cachecol. Há vários… […]» Continue lendo »