A Phala

Archive for the ‘Peninsulares’ Category

«O Mundo Está Cheio de Deuses — Crise e Crítica do Contemporâneo», de João Barrento

In Peninsulares on 11 de janeiro de 2012 at 11:12

Este é um livro de sínteses; de uma primeira resultante da reunião de crónicas — a maioria delas escritas para o Público — e de posts do blogue do autor intitulado Escrito a Lápis — A porta estreita do Quotidiano  e também instantâneos com data. A indicação do subtítulo é precisa dado que ele somatiza uma preocupação constante do autor, que é a da memorização da comunidade; daí a precisão da data apesar do formato pequeno e do módulo instantâneo. Continue lendo »

Anúncios

Para a edição portuguesa do livro «Garcia Lorca e Manuel da Fonseca — Dois Poetas em Confronto», de Manuel Simões

In Peninsulares on 26 de setembro de 2011 at 11:56

Os frequentadores destas sessões no Museu do Neo-Realismo saberão que Manuel Simões, tendo em conta as vezes que aqui esteve a fazer a apresentação de livros de outros autores, é licenciado em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e em Línguas e Literaturas Estrangeiras pela Universidade de Veneza, tendo ensinado Língua e Literatura Portuguesa na Universidade “Cà Foscari,” de Veneza. Viveu em Itália desde 1971 até à justa aposentação em 2001. Hoje ainda acontece ser o Manuel convidado a dirigir, em várias regiões de Itália, Seminários sobre a temática em que é um reconhecido especialista. Conhecê-lo-ão também das constantes colaborações na revista Nova Síntese, da Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo, tendo sido até o coordenador do n.º 5, o último, que tratou de «A Poesia do Neo-Realismo», mas talvez já não o conheçam tão bem na sua actividade de ensaista, de que a obra que hoje apresentamos, «García Lorca e Manuel da Fonseca – Dois Poetas em Confronto», é um dos exemplos mais notáveis do seu labor, como também nem todos terão um conhecimento aprofundado da sua criação poética. Continue lendo »

«Tatuagem & Palimpsesto», de Manuel Gusmão. Leitura de Rosa Maria Martelo

In Peninsulares on 9 de março de 2011 at 16:07

1.

O primeiro critério de organização de Tatuagem & Palimpsesto passa pela relação que os vinte sete ensaios agora coligidos mantêm ou com questões de teoria poética ou com a leitura crítica de poéticas específicas. Alguns dos ensaios partem de comunicações ou conferências, alguns já tinham sido objecto de publicação autónoma, e é bem possível que certos leitores reconheçam certos textos, mesmo se por vezes estes são expandidos ou alterados. Mas, ainda que o leitor possa reconhecer um ou outro ensaio, este livro vem proporcionar uma experiência nova e absolutamente fascinante: a de acompanhar e confrontar diferentes momentos do trabalho de M.G. ao longo de quase vinte anos de pensamento Continue lendo »

«A Forma Informe», de Rosa Maria Martelo. Leitura de Manuel Gusmão

In Peninsulares on 7 de março de 2011 at 17:36

1. Notas primeiras sobre o título deste livro, o seu objecto e o modo de ser do seu objecto.

Este é um livro de ensaios sobre poesia contemporânea em língua portuguesa. Na «Nota» que, no final, indica «a proveniência dos textos com publicação anterior, alguns dos quais são agora ampliados»,  o livro é apresentado como uma recolha  «que reúne ensaios inéditos e estudos que tinham sido publicados de modo disperso». Esta apresentação introduz de forma quase silenciosa um tema a que voltarei de seguida: o gesto de recolher . Continue lendo »